O MEU FILHO FICOU MAIS UM ANO NO PRÉ-ESCOLAR

“Na sequência de alguns desabafos ao balcão, de pais angustiados, por os filhos não terem ingressado no primeiro ano de escolaridade, por serem alunos condicionais, pedi a colaboração da Sara Guelha, Psicóloga Clínica, sobre este tema:
“Inicia -se um novo ano lectivo e com ele muitas expectativas, desafios e metas. A transição do pré-escolar para o primeiro ciclo é um momento importante e de mudança para a criança.
Para os pais é um momento de alguma ansiedade e preocupação, especialmente para pais de crianças condicionais, porque podem ter de permanecer mais um ano no pré-escolar. Isso não tem de ser encarado como uma desilusão ou como algo preocupante na vida escolar da criança.
Permanecer no pré-escolar mais um ano não significa perder, reprovar ou atrasar o ritmo de aprendizagem, muito pelo contrário. As crianças adquirem mais competências sociais e pessoais para lidar com os desafios do primeiro ciclo.
Explicar à criança de forma positiva que ficar mais um ano no pré-escolar tem vantagens:
vai fazer novos amigos, mantendo as amizades já estabelecidas anteriormente, lembrar que terá mais um ano de brincadeiras e desafios e que para o próximo ano será ainda mais feliz e capaz para aprender a ler e a escrever .
Aos pais, é importante a gestão de expectativas , compreender que há etapas para tudo e ritmos de aprendizagem distintos e encarar o situação como necessária encontrando vantagens ao invés de dificuldades.
Devem evitar interpretar a situação como um retrocesso no percurso escolar do filho mas sim como uma oportunidade para reforçar outras competências e habilidades.
E é também a brincar que a criança desenvolve diversas potencialidades, estimulando a concentração, a memória, aprendendo a lidar com a frustração e adquirindo e/ou reforçando regras , tornando-se mais confiante e segura.
Retirar a carga negativa à expressão, normalmente utilizada , de “atrasar “ a entrada no primeiro ciclo, porque não é verdade.
Trata-se de evitar que crianças de 5 anos sejam obrigadas a crescer  e a acompanhar crianças com quase 7 anos nos mesmos desafios de escolarização. Lembrar também aos pais que as crianças que ficam mais um ano na pré-escola não ficam desfavorecidas em termos de competição com os colegas que não fizeram esse caminho .
A criança deve competir consigo própria, superar -se e ser feliz. Não há urgência para o sucesso!
Obrigada Sara pela partilha!
  1. O meu filho nasceu a 27 de Novembro, ficou mais um ano no pré escolar por opção nossa. Foi o melhor que fizemos! Agora já está no 10ºano.
    Tenho uma filha de 9 de Setembro, teve de entrar no primeiro ciclo uns dias depois de completar 6 anos, se pudesse teria esperado mais um ano. Era a mais novinha (na escola onde anda não entram condicionais) e tinha colegas quase 1 ano mais velhos, era muito imatura e infantil e ter-lhe-ia feito bem esperar mais um ano e ter ganho mais competências e maturidade. Agora já está no sétimo e já apanhou o ritmo, mas o inicio do primeiro ciclo foi complicado.

    • Anabela agradeço a sua partilha, aqui por casa também os “alunos condicionais” esperaram mais um ano, e não estamos arrependidos da decisão 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.