O escaldão do Martim

Luísa, tem uma pessoa lá em cima para dar-lhe uma palavrinha, posso pedir para descer?

Termino o email sem outro assunto de momento, assino e teclo no enviar.

Oiço passos rápidos nas escadas (Quem será?).

Bom dia Luísa, Posso invadir o seu escritório?

Olá Martim, entra!

Trocámos um par de beijinhos e pergunto-lhe “como estão a mãe e as manas?”

Apesar dos seus vinte e poucos anos continua o mesmo miúdo com um olhar despreocupado e sorriso do bem.

Aos oito anos, decidiu “publicar” uma banda desenhada criada por si, para vender e juntar alguns trocos para comprar gelados nas férias do verão.

Depois de percorrer as lojas do bairro veio à farmácia com um saco de pano à tiracolo com uma BD para mim.

Banda Desenhada

No início da adolescência, durante umas férias escolares, juntou a grupeta de amigos e fui inesperadamente surpreendida por uma chuva de balões de água vindos da sua varanda que se esborrachavam um a um no passeio junto à entrada da farmácia acompanhados de sonoros “PLOOOOFTS!”

Ainda hoje rio-me com este episódio de teenager.

Depois do ralhete pediu-me repetidamente com o seu olhar do bem “por favor não conte nada à minha mãe!”

Viveram desde sempre no prédio da farmácia até há dois anos, altura em que a irmã mais velha casou e a mais nova foi estudar para Londres.

Então, o que é que esta “velha farmacêutica” pode fazer por ti?(risos)

“Esta noite não preguei olho, tenho as costas vermelhas e doem-me (desvia o olhar para o chão e continua) ontem fui à praia mas como estava nublado acabei por não levar o protector solar”

Com o mesmo tom de voz  que pôs um ponto final no episódio dos balões disse-lhe:

“Um escaldão Martim? A sério?!”

Apesar de não estar sol, cerca de oitenta por cento da radiação UV atravessa as nuvens e o nevoeiro, atingindo a pele desprotegida causando queimaduras e predisposição para o cancro da pele.

Mesmo nos dias nublados deves reforçar a protecção na areia e junto ao mar, porque reflectem os UV aumentando a incidência dos raios sobre a pele.

Como tratar o escaldão?
  • Pôr um creme calmante e regenerador na zona da vermelhidão
  • Se houver comichão tomar um anti-histamínico
  • Em casos mais severos em que haja dor associada pode tomar um anti-inflamatório
  • O banho diário deve ser feito com água morna e um creme de lavagem suave para acalmar a pele irritada
  • Pode usar um spray de água termal para além das propriedades calmantes imediatas é fácil de aplicar mesmo em zonas como as costas

Após a exposição solar deve ser aplicado em todo o corpo um creme pós-solar, enriquecido com aloe vera e outros componentes muito hidratantes, sem álcool e hipoalergénico, vai manter o conforto da pele e prolongar o bronzeado.

Antes de deixar a farmácia ainda folheámos a sua BD guardada na gaveta das recordações. Depois suspirou e deixou escapar: “adoro desenhar, espero entrar para Design gráfico, senão tenho de seguir o caminho da minha irmã e mudar-me para Londres”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.