KIT DE UMA TÉCNICA DE TERAPIA ASSISTIDA POR ANIMAIS

O meu nome é Andreia Horta, tenho 35 anos e mudei de vida.

Formei-me em psicologia clínica e no final do curso tive uma proposta de trabalho para Angola.

Acabei por viver lá 7 anos, tive várias experiências profissionais, apaixonei-me, casei e fui mãe.

Aproveitei os primeiros anos da minha filha ao máximo até que senti que era altura de apostar em mim, enchi-me de coragem e com o apoio do marido voltei para Portugal, sozinha com a minha filha e fui tirar uma pós-graduação em Terapias Assistidas por animais.

Comecei recentemente a trabalhar na área e por isso..

No meu kit levo sacos para os dejectos, ração, e uma taça para dar água.

Levo o amor pelos animais e pelas pessoas e a missão de mostrar como ambos se podem ajudar.

O meu colega de trabalho vai pela trela e não no kit, no kit guardo a paciência e tolerância para saber que, provavelmente o que planeei para a sessão pode não acontecer e guardo uma grande capacidade de improviso.

Levo a noção que há muito desconhecimento sobre este tipo de terapias no nosso país e por isso compete-me primeiro elucidar as pessoas.

Os meus colegas de trabalho são os meus cães, fazem parte da minha família, o bem estar deles é prioridade, e por isso, caso algum deles não esteja a querer colaborar ou não se sinta bem abro o kit e  sai uma suspensão da sessão em S.O.S.

Levo o diploma de uma pós-graduação de terapia assistida por animais que me deu noção de como “ler” um cão, de ética e bem-estar animal, de psicologia, e noções básicas de treino (entre tantos outros assuntos).

Levo um espírito de missão e um sonho, ser feliz no meio da bicharada e ajudar o próximo.

Fotografia Daniela Sousa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.