BROTHERS & SISTERS

Dentro da barriga da mãe

Quando não te lembras de uma história ocorrida no passado – ou porque eras pequenina ou porque simplesmente não foi importante para ti e varreste-a das tuas memórias, – tens sempre uma justificação pragmática na ponta da língua para esse teu “deslembrar”: Ah! Eu ainda estava na barriga da mãe.

Entre risos, os teus irmãos rematam com um tom amoroso: – Oh Mada, tu estás sempre dentro da barriga da mãe!

E, de cada vez que dessa maneira te escondes de novo naquela que foi a tua primeira casinha, eu abraço-te com força e repito baixinho ao teu ouvido (para os manos não ouvirem), que também tenho saudades do tempo que passaste lá.

A tua mão ainda cabe dentro da minha.

Fotografia Pau Storch

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.