Despedimento ao balcão

Para tudo existe uma primeira vez …

hoje foi o dia de ser surpreendida em pleno atendimento, por um triste episódio.

Enquanto punha os medicamentos no balcão, a minha utente recebeu uma chamada.

Depois de desligar o telefone, incrédula diz: “ acabei de ser despedida, amanhã já não tenho trabalho”.

Apesar do esforço não conseguiu conter as lágrimas.

Levei-a para o gabinete e dei-lhe todo o tempo para recompor-se.

Será que a palavra respeito não faz parte do vocabulário, de quem tem o poder de decidir sobre quem continua ou não a fazer parte de uma equipa.

Por mais que a situação seja constrangedora e difícil de enfrentar, deve-se ou não dar a notícia olhos nos olhos?

Não devemos pensar duas vezes antes de dispensar uma pessoa pelo telefone?

Talvez até já seja um procedimento habitual por correio electrónico, Facebook, WhatsApp, etc.

É este o caminho a seguir quando se lida com pessoas?

Estou a ficar desactualizada? Estou sem palavras.

PS – isto também é valido para quem telefona apenas para deixar o seguinte alerta: “Ah, estava a ligar só para avisar que estou a candidatar-me a um lugar noutra empresa …”.

Tudo certo, mas por favor, pode ter a gentileza de dar-me a notícia pessoalmente?

Relembro que isto não se trata de um casamento por correspondência.

Para esclarecimentos leia aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *