11 Dicas sobre a febre na criança

Será febre?

 

1. A temperatura do corpo humano é de cerca de 37ºC

Se a criança estiver “muito agasalhada” ou num ambiente quente é provável que a sua temperatura corporal suba: “está quentinha” e tem as bochechas vermelhas.

2. Para saber se a criança tem febre não basta pôr a mão na testa,importa saber o valor da temperatura utilizando um termómetro para medi-la.

O seu filho está febril se a temperatura:

  • Rectal for superior a 38,0°C
  • Oral for superior a 37,5ºC
  • Axilar for superior a 37,2 °C
  • Tímpano for superior a 38,0 °C
  • Testa for superior a 38,0 °C
3. Causas prováveis do aparecimento da febre:
  • Infecções provocadas por vírus ou bactérias; rinite alérgica, Outras doenças.
  • Na sequência da administração de vacinas.
  • Durante o aparecimento dos primeiros dentes.
4. Sintomas e comportamentos
  • A criança poderá estar irritável, ter dificuldade em adormecer, chorar com frequência e não ter apetite.
  • Os arrepios ou sensação de frio significa subida térmica. Se estiver activa é preciso apenas vigiá-la.

 Será febre?

5. Gestos que cuidam e tratam
  • Tomar um antipirético (diminui a febre) recomendado pelo pediatra na dose por ele prescrita,medida com rigor, cumprindo os horários e os intervalos entre as tomas.
  • A criança deve beber bastantes líquidos, usar roupa leve, repousar num ambiente com temperatura amena, tomar banhos com água tépida (30-33ºC) durante 10 a 20 minutos, aplicar parches de água fria várias vezes ao dia.
8. É IMPORTANTE relembrar:
  • Os banhos de água fria ou gelada e as fricções com álcool não devem ser usadas pelo choque de temperatura que podem provocar além de não deixarem o corpo eliminar o calor.
  • A criança deve tomar o antipirético apenas se tiver febre.
  • A aspirina ou salicilatos não devem ser usados em crianças até aos doze anos porque podem causar reacções graves.
9. Vale a pena ir ao pediatra?

Sim, vale sempre a pena ir ao pediatra, porque só ele pode despistar outras possíveis causas para os sintomas que a febre pode esconder, um problema grave que requer a intervenção médica imediata, é o que se deve fazer quando:

  • A temperatura ultrapassar os 39ºC
  • O bebé tiver menos de 3 meses
  • Se ao fim de três dias, a febre não baixar ou até subir
  • Se houver outros sintomas associados: náuseas, sonolência, vómitos, diarreia, dificuldade em engolir ou falta de apetite, dor de ouvidos, rigidez no pescoço, apatia, dificuldades respiratórias, manchas ou borbulhas na pele e dores nas articulações.
10. O que é uma convulsão febril?

É provocada pela subida muito rápida da temperatura, o sistema nervoso das crianças pequenas parece ser mais susceptível à febre. É como se, de repente, ocorresse um curto-circuito na actividade eléctrica do cérebro.

É frequente em idades entre os seis meses e os cinco anos.

O corpo da criança treme com movimentos abruptos, deve deitá-la numa superfície plana, de lado, com uma almofada debaixo da cabeça e retire todos os objectos para evitar que se magoe. Não se deve dar de comer ou beber pois corre o risco de sufocar.

Na primeira convulsão febril deve sempre dirigir-se a um Serviço de Urgência para uma avaliação cuidadosa da situação.

11. DICA de mãe farmacêutica

Tenho um quadro afixado na porta do frigorífico com algumas informações: temperaturas(ponto 2.), a dose de antipirético para cada filho, actualizada de acordo com o peso e a idade, e os intervalos de tempo entre as tomas.

É um mini procedimento de consulta rápida, acessível a todos,pai, mãe, avós, babysitting, uma ajuda preciosa quando há suspeita de febre.

Em caso de dúvida fale com o sua farmacêutica de família 🙂

Fotografias Pau Storch

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *